Escolha uma Página
10 Dicas para melhorar o fluxo de trabalho no SketchUp
Fabio Guisso
29 de maio de 2017
SketchUp é um dos softwares de modelagem 3D mais utilizados na comunidade criativa internacional, graças a suas ferramentas intuitivas de trabalho e das constantes atualizações por parte dos usuários, tanto através de sua biblioteca de código aberto como o desenvolvimento de plugins.
Como qualquer ferramenta digital, as dicas e a frequência do uso permitem que o trabalho se torne mais organizado e rápido, obtendo, no caso do SketchUp, um ambiente de trabalho eficiente.
Por esta razão, apresentamos algumas dicas úteis para quem trabalha com o SketchUp.

01. Utilize a galeria do 3D Warehouse: revise e dê um “purge” nos modelos antes de importá-los

Existe um universo de modelos 3D feitos por outros usuários disponíveis para download a partir do site e que podem realmente aumentar a velocidade de construção de um modelo próprio. Para evitar incorporar informação adicional como linhas, camadas e materiais – que só aumentam o peso do arquivo – é necessário dar um “purge” dos modelos antes de acrescentá-los ao seu arquivo.

via SketchUp.

 

02. Posicione o modelo corretamente no espaço

A georreferenciação do projeto permite realizar estudos solares, que são a base inerente de uma boa proposta de arquitetura. Se deseja precisar a posição do modelo 3D, é possível acessar em Janela>Informação do Modelo>Geolocalização>acrescentar localização>definir localização manualmente.
Qualquer que seja o motivo do posicionamento, também temos que levar em conta o fuso horário de cada localização.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

 

03. Utilize plugins e revise os novos complementos em Extension Warehouse

Os usuários de SketchUp desenvolveram uma variedade de plugins que não funcionam apenas para solucionar os problemas de cada versão, mas também exploram ao máximo o potencial de suas ferramentas, incorporando novos instrumentos de modelagem 3D. As extensões vão desde Solar North, que proporciona ferramentas para configurar a orientação do ângulo solar – que o software utiliza para calcular a posição do sol e fornecer as sombras adequadas – até Sketchy FFD, uma malha definida por uma série de pontos de controle em seus vértices e arestas que permite manipular as dimensões do objeto selecionado.


Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp – Plugin Solar North.

 

04. Organize e salve sua configuração da barra de ferramentas

Ter um ambiente de trabalho personalizado à suas necessidades e preferências não é pouca coisa; é necessário ter tempo para organizar a barra de ferramentas e assegurar que sua configuração esteja salva para a próxima utilização. O resultado se traduzirá em um considerável aumento da velocidade de execução das tarefas, permitindo aumentar o tempo de dedicação à outro tipo de ações, como geração de alternativas e detalhes.

via SketchUp.

 

05. Utilize grupos e componentes para simplificar a edição e construção do modelo

A organização do modelo em grupos – de objetos, linhas ou figuras – é uma das características interessantes do SketchUp; criar um grupo é simples e rápido (botão da direita>criar grupo) e permite realizar uma edição particular de forma prática (entrando no grupo com duplo clique) evitando intervir nas demais figuras imediatas ao objeto. Um bom conselho é clicar duas vezes na superfície recém criada – para selecioná-la em conjunto com suas arestas – e criar o grupo antes de começar a utilizar a ferramenta Empurrar/Puxar ou qualquer outra modificação.

 

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

 

06. Use camadas, mas apenas a quantidade necessária

Utilizar e estabelecer um pequeno número de camadas onde reunir os grupos do modelo 3D é uma forma possível de trabalho que facilmente permite reconhecer uma ordem das partes como também selecionar quais elementos visualizar na tela. Ocultar as camadas que não estão sendo utilizadas (Janela>Camadas) é um conselho útil para acessar de forma cômoda certas partes do modelo, e ao mesmo tempo permite aumentar a velocidade de resposta na visualização.
Ao importar elementos criados com outros formatos, ou criados por outros usuários, normalmente a informação das camadas se transfere ao novo arquivo/modelo, por isso se faz necessário reorganizar a informação para eliminar/reduzir os dados em excesso e assim facilmente selecionar o que se deseja – ou não – visualizar.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

 

07. Faça referência a outros pontos do modelo e crie guias

Na hora de criar ou duplicar elementos num modelo de SketchUp, a utilização de pontos, objetos ou guias de referência é uma boa opção para que isso ocorra de forma precisa.
Se deseja copiar um objeto com um ponto de referência, é necessário selecionar o elemento a duplicar, eleger o ponto de referência no espaço e então apertar a tecla Ctrl para ativar o modo de cópia. No caso de gerar outro elemento de referência, é possível inserir uma guia ao selecionar a ferramenta ‘medir’ com a criação de guias ativadas (tecla Ctrl) e clicar no começo de uma aresta existente e em seu prolongamento.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.

 

08. Use atalhos do teclado

Como qualquer software de modelagem 3D, o uso do teclado permite um rápido acesso às ferramentas e às variações que cada uma delas permitem. Se existem atalhos pré estabelecidos, eles podem ser personalizados e editados (Janela>Preferência>métodos de atalho) de acordo com tuas necessidades.
É importante ler as diferentes ações e variações que te permite realizar as combinações de teclas, normalmente indicadas no setor inferior esquerdo da tela, dependendo de cada ferramenta selecionada.

Imagem de fundo: Wikipedia UserYomik70 Under Licensed CC BY-SA 4.0.

 

09. Utilize o estilo visual adequado para cada momento

SketchUp tem incorporado diferentes estilos gráficos de visualização que permitem desde gerar efeitos artísticos particulares – com interessantes resultados estéticos – ou visualizar geometrias ocultas e arestas posteriores. É necessário identificar especificamente o que precisas visualizar na construção do modelo 3D, porque cada estilo exige um processamento maior de informações por parte do computador, o que se traduz numa redução de velocidade de visualização e trabalho.
É aconselhável utilizar estilos padrão no processo de modelagem 3D, assim como desativar a visualização de geometrias ocultas, sombras e texturas/materiais.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.
 

10. Utilize o organizador de cenas para estabelecer e salvar pontos de vista

A opções do gestor de cenas (Janela>Cenas) permitem acrescentar, atualizar e eliminar pontos de vista propostos pelo usuário; gerando diferentes câmeras para eleger como comunicar ou entender o projeto, ou para posteriormente realizar um tipo de render ou animação.
No momento de eleger as vistas, “Posicionar Câmera” é uma ferramente útil que também nos acompanha no processo, permitindo ser mais precisos – através da escolha da altura do olho e do ângulo desejado – para então definir uma cena/ponto de vista fixo através do gestor de cenas.

Modelo 3D: Fabián Dejtiar via SketchUp.
Fonte:
Archdaily

Leia Mais

Nenhum resultado encontrado

A página que você solicitou não foi encontrada. Tente refinar sua pesquisa, ou use a navegação acima para localizar a postagem.

Posts Relacionados

A versatilidade do Sketchup

A versatilidade do Sketchup

Milhares de pessoas utilizam o SketchUp pela facilidade de uso e por ser um software utilizado para conceber uma ideia, como uma ferramenta de venda ou para iniciar e finalizar seus projetos. Ou seja, aprender a usar este software CAD é uma ótima oportunidade para você ter rapidez ao criar e mostrar suas ideias de forma bastante convincente, principalmente na área de engenharia e arquitetura.

Sete coisas que arquitetos e urbanistas precisam saber sobre a tecnologia BIM

Sete coisas que arquitetos e urbanistas precisam saber sobre a tecnologia BIM

Arquitetura e Urbanismo é um dos mercados que mais evolui de acordo com os novos desenvolvimentos tecnológicos. É assim com o maquinário pesado usado na construção, com os materiais de obra e também com as ferramentas de projeto. Hoje essa evolução está relacionada à tecnologia BIM. Essa é a sigla para Building Information Modeling, ou Modelagem da Informação da Construção. Trata-se de um método de trabalho que reúne, por meio de ferramentas digitais, todas as informações que dizem respeito à construção de um edifício.

Monitoria Pós-Treinamento

Monitoria Pós-Treinamento

Aqui Na Multi Núcleo é diferente!
Além de queremos novos clientes é claro, nossa preocupação está no pós-treinamento, que é onde o aluno vai aplicar o que aprendeu em aula em um projeto acadêmico ou profissional.